Uma breve crônica sobre as fadas

Estou brincando com minha sobrinha, Lia, que tem seis anos. Ela me pede pra ler uma historinha, sobre duas bruxinhas que querem aprender a voar com vassouras. Em algum momento da história, fadas são mencionadas. Lia me olha, muito séria, e diz:

– As fadas não existem.

Fui pega de surpresa. Não quero que ela cresça tão rápido, que seu mundo encantado perca suas cores e sua vitalidade, que seu olhar perca o brilho da curiosidade por tudo o que existe. Há uma ingenuidade em não querermos que as crianças cresçam, mas nisso também reside uma urgência: ela será adulta e racional por muitos anos, e, por isso, seu imaginário mágico pode se estender mais um pouquinho. Respondo:

– Elas existem, sim! A gente desenha uma borboleta bem colorida, e depois falamos a palavra mágica, aí elas aparecem.

Sua empolgação é imediata. Desenho a borboleta e ela me ajuda a colorir. Assim que termino, ela pergunta qual é a palavra mágica, respondo que ela não surge quando a gente quer lembrar, mas quando a gente menos espera.

Obviamente, não sei qual é a palavra, e nenhuma fada vai aparecer. Mas, em meu esforço pra que sua alma seja sempre alimentada pelo que existe de inusitado e colorido, procuro uma forma de fazê-la acreditar que as fadas vão surgir em sua imaginação sempre que ela quiser. Por toda a sua vida.

Anúncios

Um comentário sobre “Uma breve crônica sobre as fadas

  1. Lumi Strecker 5 de outubro de 2016 / 16:50

    Às vezes, acho que as crianças lançam essas frases de não acredito em magia, esperando que algum adulto contradiga, só pra ela ter um rescaldo na sua fé infantil.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s